5 de setembro de 2013

MALAGUETAS EM CONSERVA





Malaguetas são frutos da família do tomate e da batata e são usadas como um vegetal na confecção de molhos ou de pratos salgados.
Distinguem-se, sobretudo, por serem extremamente picantes devido à presença de um químico chamado capseína.
Existem várias espécies de malaguetas que se diferenciam pela cor, formato e nível de picante.
A quantidade de picante presente nas malaguetas pode ser avaliada usando a escala de Scoville. Esta escala situa a tradicional malagueta Portuguesa mais ou menos a meio, um pouco depois encontramos o tabasco e no fim da lista está uma malagueta indiana chamada Bhut Jolokia ou ghost pepper, a malagueta mais picante do mundo.

Em Português: Malagueta, piri-piri.

Em Inglês: Chili, Hot pepper, Chili pepper.

Mais frequentes:
Capsicum Annuum - Malagueta Portuguesa - Piri-Piri

Capsicum frutescens - Gindungo












Quando a minha malagueira deu as suas lindas malaguetas, eu não as queria gastar todas de imediato, até porque também me tinham dado algumas anteriormente...
Congelar também não me estava a agradar como opção e, então, decidi fazer uma conserva de malaguetas.

Em boa hora o fiz, hoje estão deliciosamente picantes e o próprio azeite onde se encontram adquiriu um gosto inigualável que utilizo também como tempero.

No entanto, estas fotos que vos mostro foi de uma conserva que fiz para a Mãe, sem vinagre balsâmico, que ela não tinha por lá. Na altura em que fiz as minhas, nem me lembrei de fotografar, tinha o Brisa Maritima há pouco tempo e nem me ocorreu...

Seja como for, deixo aqui então a receita desta maravilhosa conserva que, enquanto macera, serve também para adornar lindamente a minha cozinha !
As quantidades são "a olho" e depende do tamanho do frasco que escolher utilizar. 


Ingredientes:

  • malaguetas
  • azeite de boa qualidade
  • vinagre balsâmico (vai deixar a composição com uma tonalidade escura mas com um sabor incomparável)
  • alhos esmagados
  • orégãos (ou alecrim, ou tomilho...)
  • grãos de pimenta rosa
  • louro
  • gengibre (opcional)
  • 1 cálice de whisky (opcional)
  • umas pedrinhas de sal

Preparação:


Esterilizar o frasco onde vai colocar a conserva de malaguetas, submergindo-o e fervendo-o durante 15 minutos em água. Depois leve 5 minutos ao forno a 250º C.

Corte o píncaro às malaguetas, lave-as, seque-as.
Encha o frasco com azeite até meio, coloque lá dentro todos os ingredientes, acabe de encher com vinagre balsâmico (você pode usar vinagre normal, mas nós adoramos o balsâmico que, embora deixe a conserva escura, dá-lhe um especial sabor), tape bem o frasco, agite e "voilá", está pronta a sua conserva que durará muito e muito tempo...

De vez em quando, quando se lembrar, agite o frasco para que os ingredientes se misturem e os sabores se soltem...

Antes de usar este preparado, deixe-o macerar algumas semanas (no mínimo 3) para que fique mais intenso.




Há quem use whisky uma vez que o álcool ajuda a conservar e não permite que o azeite rance.
Eu não usei.
Tenho a minha conserva feita desde finais de Novembro de 2012, continua excelente, apenas lhe vou acrescentando azeite e algum vinagre sempre que gasto.
E a malagueteira já tem mais malaguetas para as conservas deste ano ! :)


37 comentários:

  1. Olá minha querida Isabel, antes de mais quero agradecer os teus desejos de melhoras. Ainda não estou completamente bem, mas vou melhorando...
    Agora, as tuas malaguetas... Que cores maravilhosas! E que delícia de picante deve ficar com todos esses ingredientes...
    Um grande beijo

    ResponderEliminar
  2. Uma boa ideia.
    Por acaso este ano vou ter muitas.
    bjs

    ResponderEliminar
  3. Gosto muito de malaguetas, bem gostava de ter a plantinha em casa :)
    E a conserva é uma óptima ideia para aproveitar! Devem ficar uma maravilha!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  4. Querida Isabel: adoro o sabor picante e claro, adorei esta receita. Já fiz várias vezes a tua receita de massa de pimentão ( agora já nem compro),mas este frasco de piri-piri está espetacular. Os ingredientes em que estão a macerar devem transmitir um sabor único,quer ao azeite quer às próprias malaguetas. Vou experimentar, agora que o tempo delas se aproxima. Obrigada por mais uma excelente partilha.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  5. olá minha querida!
    Também costumo fazer conserva, mas do jindungo porque tenho um pé carregadinho no meu quintal.
    Este ano também tenho malaguetas e vou aproveitar para experimentar esta tua conserva. Cá em casa adoramos picante e o que não falta são sabores... até tenho piripiri com sabor a manga...ehehehe.
    Um beijinho do tamanho do mundo

    ResponderEliminar
  6. Maninha querida, aqui em casa quem faz as conservas de pimentas é o marido.Ele é bem mais fã do que eu dessa iguaria.Adorei sua receita, passarei para ele.Beijos querida.

    ResponderEliminar
  7. Querida,
    Gosto muito de comida com um travo picante e se conseguir um gindungo (é como se chama na minha terra) caseiro melhor ainda.
    Adorei a conserva, nunca fiz, costumo secá-los, mas assim é uma mais valia aproveitar depois o azeite utilizado. Vou roubar a tua receita.
    As fotos estão lindas e até te imagino no quintal da tua mãe a tirar as fotos :)
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar
  8. Bom dia Isabel,
    As minhas malaguetas também estão todas maduras, também vou ter de utilizá-las em alguma conserva, gostei muito desta, é muito parecida com a que faço, ficou linda.
    Bom final de semana, beijo,
    Vânia

    ResponderEliminar
  9. Olá Isabel!:)
    Andam umas malaguetas lindíssimas no frigorífico dos meus pais há séculos. Parece que foi um amigo que lhas deu, para pôr em azeite, mas ninguém lhes ligou muito. Eu só não fiz nada com elas ainda, porque tenho receio de que o azeite fique tão picante, que só dê para usar uma gotinha de cada vez. Ou seja, os outros aromas de ervas nem vão notar-se num cozinhado, com tão pouca quantidade de azeite.
    Tu usas o teu também em cru?

    Beijinho e bom fim-de-semana!
    Olivia

    omundopelaboca.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Olivia,

      Já fui responder à tua pergunta, obrigada pela visita ! :)
      Beijinho

      Eliminar
  10. Esta receita faz lembrar a nossa massa de malagueta açoriana, só que mais requintada com o toque de whisky e gengibre. Não não colocamos especiarias na nossa, o que é pena. Adoro spicy food por isso esta receita é das minhas. bjs

    ResponderEliminar
  11. minha amiaga aqui em casa todos amam amei a sua bjus doces

    ResponderEliminar
  12. Que excelente ideia, perfeita para os amantes das malaguetas!

    ResponderEliminar
  13. Olá Isabel:)

    Um cunhado do meu marido costuma fazer - fica bem picante! Confesso que não sou muito apreciadora de comidas picantes nem meu organismo permite, já meu marido adora:)

    *Publiquei uma receita de um pão que levei daqui - adoramos!!!

    Bom fim-de-semana!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Querida Isabel,
    Uma fantástica sugestão essa tua, especialmente para quem tiver malaguetas em excesso.
    Quanto à tua pergunta sobre os figos frescos ou secos para a tarte, penso que a diferença estará na textura, mas não como experimentares, pois mal não há-de ficar!
    Beijinhos grandes e bom fim de semana,
    Lia.

    ResponderEliminar
  15. Oi minha querida amiga, que ótima ideia, adorei !! E ainda leva gengibre, que adoro, mais uma receitinha para minha lista que já está gigante…hehe!!

    Beijocas e um excelente fim de semana!!

    ResponderEliminar
  16. Óptima dica querida amiga. E os frascos ficam tão lindos! Bj gd
    Ana

    ResponderEliminar
  17. Minha querida Isabel!
    Que excelente conserva de malaguetas e essa é das picantes. Optima sugestão para novos paladar!
    Beijinhos grande amiga.

    ResponderEliminar
  18. Uma otima ideia, Isabel, ficas com azeite aromatizado e umas malaguetas bem picantes.

    bjs.
    Paula

    ResponderEliminar
  19. wuau deve ser mesmo mt bom as fotos dizem tudo adorei bjs bfs

    ResponderEliminar
  20. Este ano fiz curtume, a minha primeira aventura nesta área. Mas para o ano talvez experimente a tua sugestão. Parece deliciosa.

    Beijinhos

    Marlene

    http://receitaspanelaferro.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  21. Minha querida,

    infelizmente aqui não encontro das nossas malaguetas :( é uma das sementeiras que tenho de trazer no Natal para plantar na horta para o próximo ano.
    Guardarei sem receios esta tua receita pois cada vez mais estou a deixar de lado estes temperos comprados que só nos fazem mal à saúde.

    beijinhos e bom domingo!

    ResponderEliminar
  22. Olá Isabel,na minha terra costuma fazer-se malagueta em conserva mas com vinagre,sal açúcar e especiarias.Adoro comer picante com carne grelhada.Uma excelente sugestão!
    Continuação de um bom domingo,
    bjns

    ResponderEliminar
  23. Isabel querida, amanhã mesmo vou procurar malagueta p/fazer essa conserva.
    A-do-rei!
    Bjsssss querida e uma semana de paz e abençoada p/vcs

    ResponderEliminar
  24. Isabel minha querida,
    que conserva mais linda, imagino o sabor e o aroma...hummmmmm!
    Eu não gostava de nenhum tipo de pimenta, mas hoje em dia sou
    amante de todas e não fico sem elas, a sua conserva ficou linda!

    Beijos, feliz semana ♥

    ResponderEliminar
  25. Oi Isabel, eu amo pimenta em conservas, sempre tenho os meu vidros prontos aqui, a sua conserva ficou linda e certamente muito saborosa com estes temperos!
    Oslaine
    Bjs

    ResponderEliminar
  26. Isabelita minha linda e doce filhota, que saudades suas, das amigas e delicias que tenho visto na minha ausência. Tive que me ausentar por que fui resolver uma documentação de inventario do meu imóvel lá na minha cidade, e ainda tem o casamento da minha filhota no final do mês, e consequentemente tenho me atrasado com tudo. Mas já estou de volta e cheia de saudades das suas guloseimas a começar pela linda tarte de nectarinas e framboesas do post anterior, que delicia que ficou, não tenho dúvidas, e super fácil de fazer. E essa conserva de malaguetas?? Adoro uma pimenta e conserva caseira não tem como não ficar deliciosa. Ficou tão linda! Excelente post. Muito obrigada pelo carinho de sempre viu? Uma ótima semana, beijinhos e até amanha.

    ResponderEliminar
  27. Olá Isabel
    Eu também tenho uma malagueteira em casa mas nem tenho feito nada as malaguetas, está só a servir de ornamento á floreira (que desperdício não é?) mas a verdade é que não gosto nada de picante ;-)
    Com esta conserva o azeite fica muito picante? gosto muito de azeite aromatizado, acho que vou experimentar....

    Beijokas

    ResponderEliminar
  28. Olá Isabel, acredita que não dou certo no cultivo de pimentas? Já tentei várias vezes e elas secam rapidamente que é uma coisa inacreditável! Adorei essa conserva, ficou linda e para quem gosta é imperdível! Confesso que não sou uma fã degustadora, mas para decoração sou apaixonada!
    Bjs, fique com Deus! =)
    www.viveraprendendo.com

    ResponderEliminar
  29. Querida Isabel,
    que maravilha!
    imagino que o azeite com que as conservas fique com um sabor maravilhoso e que seja realmente uma perdição cozinhar com ele, com um gostinho picante!
    a ideia é óptima para quem tem muitas malaguetas!
    acho que o vinagre balsâmico deve dar um sabor fantástico mas penso que também ficará óptimo assim!
    Um beijinho grande

    ResponderEliminar
  30. Adoro pimentas em conserva, fica tão delicinha amiga, mas as minhas pimentas não sobrevivem, sempre planto, mas morrem sempre.
    beijocas querida, uma linda semana.

    ResponderEliminar
  31. Olha, aqui está uma boa sugestão para um presente caseiro! :)
    Beijinho, Isabel!

    ResponderEliminar
  32. Olá Isabel,
    Estou de volta e hoje vim visitar-te e ver todas as deliciosas receitas que tens preparado.
    Tal como a Ana não tenho tido sorte com os pés de piri-piri acabam sempre por morrer! No ano passado mesmo assim consegui fazer conserva com alguns é uma excelente forma de os preservar e ainda ficamos com um belos frasquinhos!
    Bjs

    ResponderEliminar
  33. Isabelinha, estão belíssimas!!! Também já tive um vaso com malaguetas (não tinha era ainda a tua receita...;))!
    Beijinhos, boa semana!

    ResponderEliminar
  34. Para evitar que o azeite comece a saber a ranço utilizar azeite até 0,4º. Cumprimentos.

    ResponderEliminar

Obrigada por ter vindo e pelo tempo que disponibilizou a comentar.
Volte sempre.