2 de maio de 2013

MARANHOS






"Os maranhos são uma especialidade da cozinha tradicional portuguesa, em especial da região da Beira Baixa, mais concretamente da sua zona ocidental, conhecida por região do Pinhal, correspondente à sub-região estatística do Pinhal Interior Sul, constituída pelos municípios de MaçãoOleiros,Proença-a-NovaSertãVila de Rei e Pampilhosa da Serra.
O maranho consiste num pequeno saco feito de um bocado de bucho de cabra, recheado com carne de cabra, cebolapresunto e arroz e fortemente condimentado com hortelãcolorausalsa, etc. Os maranhos da Sertã também são conhecidos por molhinhos, borlhões ou burunhões.
De salientar que em cada uma das zonas referidas, os temperos são diferentes podendo haver algumas diferenças no paladar."

In Wikipédia


"Estes enchi­dos exis­tem há pelo menos dois sécu­los e, se no pas­sado eram prato de dias de festa, agora podem ser comi­dos nos res­tau­ran­tes da zona. 
Conta o guia que os mara­nhos terão nas­cido da neces­si­dade de apro­vei­tar os estô­ma­gos do bor­rego e do cabrito, muito abun­dan­tes na região. 
São fei­tos de peda­ços do bucho de cabra cosi­dos com agu­lha e linha apro­pri­ada.

O resul­tado é um saco que se recheia com peda­ços de carne de car­neiro ou de cabra, chou­riço magro, pre­sunto, arroz cru e hor­telã
É tem­pe­rado com sal, pimenta e vinho branco. Depois de fechado o saco, é cozido em água com sal e hor­telã. 
O guia explica ainda que quando se cor­tam as rode­las, os ingre­di­en­tes são bem visí­veis e o sabor a hor­telã é pronunciado.
É útil tam­bém saber que é ven­dido à peça, inteiro, cozido ou cru, e nos res­tau­ran­tes come-se geral­mente acom­pa­nhado por batata frita, espar­re­gado, couve com broa ou salada."





Os pais do meu marido são naturais da zona de Abrantes, onde os Maranhos são um prato típico (são mais da zona da Sertã e Vila de Rei, mas em Abrantes também é tradição).
Simplesmente ADORAMOS.
Por lá, os temperos não incluem o colorau, como acima descrito, mas muita, muita, imensa hortelã !
São uma especialidade que nunca dispensamos comer quando lá vamos (geralmente até costumamos dar um pulo à Sertã ou a Vila de Rei, onde existem restaurantes especializados em os preparar) e, aqui na zona de Lisboa, também já há quem os venda e podemos comodamente cozinhá-los em casa.
Só cozinhá-los porque nem toda a gente os sabe preparar, é um trabalho moroso e são precisos determinados ingredientes de que não dispômos por aqui.
O que vos trago hoje não é a receita dos Maranhos pois não os sei preparar com tudo o que é necessário, nem tenho acesso a todos os acessórios como o bucho e linhas próprias.
Vejam um exemplo aqui neste link da C.Municipal da Sertã:



Mas trago-vos a forma como os cozinhei depois de os comprar num talho perto de Abrantes para os trazer para Lisboa.
E sim, eu sei que não têm assim tão bom aspecto enquanto crus e mesmo depois de cozidos o exterior não é atraente. Mas também não se come, só se come o recheio.
E acreditem em mim, depois de cozinhados e cortados às rodelas, humm... vocês não iriam querer perder esta iguaria tão lusa ! :)

Espero que gostem de ver e, talvez, conhecer.


Aqui os maranhos a cozer com muita hortelã durante 1 hora !




















41 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar :) Já vou daqui mais culta! :D

    Beijinhos e tem uma boa noite :D

    ResponderEliminar
  2. Pois acredito em ti, mas tenho as minhas dúvidas, também sou um bocado esquisita nalgumas coisas.
    Mas está muito apelativo, lá isso está!
    Beijocas
    Paula

    ResponderEliminar
  3. Minha querida Isabel, provei uma vez maranhos em Nisa e não gostei. Mas acredito que os teus me conseguissem convencer, atendendo à maravilhosa cozinheira que és.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Na terra dos meus avós é típico (são de Castanheira de Pêra), mas confesso que não sou apreciadora. Mas olha que esses até têm muito bom aspecto

    ResponderEliminar
  5. Que lindos maranhos, Isabel!
    Confesso que não sou grande apreciadora desta iguaria mas os teus estão tão apetitosos que estava disposta a dar-lhe uma 2ª oportunidade!
    Bjs
    Paula

    ResponderEliminar
  6. Já tinha ouvido falar muito dos Maranhos, mas nunca provei!! Mas isso tb é o que dá estar longe de casa!! Adorei o trabalho que fizeste na pesquisa, porque assim à primeira vista, eu sou a primeira a dizer que não!! Mas se tu dizes que é bom, terei que provar!! E mais com tanta hortelã... Nhamm nhammm!!
    Um beijinho triplicado,
    Mena.

    ResponderEliminar
  7. Querida Isabel: não conhecia esta especialidade portuguesa,mas aqui neste espaço, estamos sempre a aprender,não é amiga?
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  8. Olá Isabel !
    O mais importante é a cozedura, se bem cozido fica uma delicia !
    Nós gostamos de vez enquando lembro-me e compro para uma refeição de fim-de-semana !
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Querida Isabel,
    aqui no Brasil existe um prato bem parecido, chama-se buchada de
    bode, rsrs.
    O meu pai é apaixonado por esse prato, minha mãe fazia para ele, lá
    em casa era uma festa, eu e meus 6 irmãos amávamos tbm.
    Falo que minha mãe fazia pois ele se separou dela depois de 35 anos de
    casados, virou a cabeça por outra mulher, entrou na polícia e ficou de
    cabeça virada, fico só com as boas lembranças, rsrs.
    Belo prato, amei e me bateu saudades, hehehe!

    Beijinhos, ótimo fds!

    ResponderEliminar
  10. Querida Isabelinha, eu não sou chata com comida, mas não sou muito fã de bucho. Só que tem um porém, essa foto está tao linda, que até esqueci que é bucho rsrs. O recheio está tão bonito e parece-me tão gostoso! As rodelinhas ficaram tão perfeitinhas, acompanhado com batatas é uma boa pedida! Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Não conhecia! É sempre bom ver e conhecer coisas novas! Obrigada.
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. oi Isabel,eu faço com bucho de gado,so que o recheio que eu faço e diferente.esse seu está bem apetitoso bjs Rosinha

    ResponderEliminar
  13. Olá querida Isabel!
    Que belo prato... este recheio deve ficar muito saboroso com estes temperos, amei conhecer esta especialidade portuguesa!
    Beijos, Oslaine

    ResponderEliminar
  14. Boa noite minha linda.. eu não conhecia..
    Mas me parece muito apetitosa...
    Achei o resultado final super lindo..
    Sabores diferentes assim me encantam..
    Adoro experimentar coisas novas.

    UM beijo minha linda... e uma noite mais que especial viu?

    ResponderEliminar
  15. Querida Isabel,

    ai gosto tanto de saber que tem um novo post para eu vir comentar, simplesmente adoro os seus posts.
    quanto a esta sugestão não conhecia, mas que tem bom aspeto tem e era bem capaz de comer um bocadinho num lanche.
    Já comi em Melgaço um bucho doce, que é tão bom.


    beijinhos.

    ResponderEliminar
  16. Já tinha ouvido falar de maranhos e até vi na televisão pessoas que se deslocavam propositadamente a essa zona para os comer, mas nunca comi!
    Têm óptimo aspecto, mas não sei serei apreciadora :)

    Beijinhos e bom fim-de-semana*

    ResponderEliminar
  17. Olá Isabel,
    Não gosto de maranhos, logo não comento mas, desejo-te um bom fim de semana, kiss
    Susana
    Nota: Ver o passatempo a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/p/passatempos.html

    ResponderEliminar
  18. Nunca provei, mas adoro ficar a conhecer receitas de coisas que nunca ouvi falar e que sao tao portuguesas.

    Beijinhos e bom fds

    ResponderEliminar
  19. Ficaram com um aspcto fantástico embora eu nunca tenha comido mas dizem que é uma maravilha...um beijinho.

    ResponderEliminar
  20. Isabel, apenas conhecia o nome, de memória, mas gostei bastante, para além de muito me ter acrescentado toda a explicação, pois ela também é importante.

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  21. Nunca me canso de cá vir. Estou sempre a aprender e a aproveitar as receitas deliciosas que andam por aqui. Parabéns Isa. Adoro este seu projeto. Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  22. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  23. Bom dia,
    Ja tinha ouvido falar dos Maranhos mas sinceramente nunca tive vontade de experimentar, porque nao sabia ao certo o que era.
    Fiquei esclarecida e com vontade de conhecer....
    Bjinho

    Katia
    http://entretachosebimby.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  24. Eu nunca tinha ouvido falar de tal coisa na minha vida (o que eu aprendo por aqui) :), mas penso nos ingredientes que esse recheio tem e acredito na sua qualidade e "divinalidade", digamos assim!

    Um beijinho grande e bom fim de semana, Isabel.

    Aida

    ResponderEliminar
  25. Bom dia Isabel,
    Aqui no Nordeste do Brasil tem um prato equivalente feito do estômago dos cabrito, cabras, a buchada, lógico, com modificação de temperos, adaptação aos gostos locais.
    Gostei muito do post, pela história e pela receita.
    Bom final de semana, beijo,
    Vânia

    ResponderEliminar
  26. Bom dia linda... como sabes eu ja conheço tenho uma cunhada que mora na Pampilhosa Da Serra... aqui na minha zona faz se com o estomago do porco tb é mto bom!

    Beijocas

    Margarida

    ResponderEliminar
  27. Delicioso e diferente querida amiga.
    beijinhos, bom final de semana.

    ResponderEliminar
  28. Olha que giro! Não conhecia! :)
    Gostei! Adoro cozinha Portuguesa!
    Deve ser mesmo mta bom!

    Beijinhos e bom fim de semana;

    Aurea Sá

    ResponderEliminar
  29. Pelo aspecto ,só pode ser bom :)

    ResponderEliminar
  30. nao me lembro de ter ja comido mas uma coisa é esta com um aspceto mt bom acho que se estive -se aqui ao meu lado era capz de comer pois como esta feito da uma vontade humm bjs e feliz fim de semana e tudo para ti e os teus

    ResponderEliminar
  31. Nunca tinha ouvido falar, ainda por cima vou algumas vezes a Abrantes e arredores, mas não conhecia, mas vou ser sincero :) é esquisito demais para o meu paladar :) quer dizer eu é que sou esquisito, mas pronto.

    Beijos

    P.S. e eu é que sou o Sr. Professor, poixxxx estou a ver :)

    ResponderEliminar
  32. Ivone Rodriguessábado, 04 maio, 2013

    Gosto,adoro e espero q vás a Abrantes p trazer mais Maranhos para fazer pois a ver as tuas fotos fez crescer àgua na boca...e querer comer essa especialidade..Bjs

    ResponderEliminar
  33. Bem minha querida estou perdida de riso... Depois de estar ha 3 horas a visitar blogs estava ja a encaminhar-me para ir para a cozinha fazer desgraças para a dieta e passo por aqui e vejo os maranhos que simplesmente, ABOMINO.... E pronto, lá se foi o apetite e graças a DEUS e a TI a dieta mantém-se intacta! LOL enfim, uma coisa que nao temos em comum :-)

    ResponderEliminar
  34. Comida forte parece ser saborosa!!! Tenha uma ótima semana!!! Beijinhos

    ResponderEliminar
  35. Minha querida Isabel, nunca tinha ouvido falar deste prato mas confesso que quando li cabra e cordeiro perdi logo o interesse... Não consigo comer estas carnes... Hoje o apetite aqui passa ao lado mas não se pode agradar a gregos e troianos não é??

    beijinhos

    ResponderEliminar
  36. Agradeço a todos o v/ carinho e a sinceridade das v/ palavras !

    Não podemos gostar todos do mesmo, mas penso que muitos de vós gostariam se provassem, o aspecto engana ! :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  37. Muito interessante, Isabel, este prato, pois lembra um que temos no Nordeste do Brasil, muito apreciado por lá - é a buchada de bode (apesar do nome "bode", é feito com cabrito). Adorei a sua variação, esse seu recheio ficou lindo, colorido!
    Bjos e boa segunda.

    ResponderEliminar
  38. Olá Isabel,acredito que é muito bom e sei que o aspecto engana.Na minha terra existe um prato similar mas é feito com carne de porco e miúdezas de porco.Bjs,violeta

    ResponderEliminar
  39. Querida Isabel,

    Nunca comi maranhos... Aqui na minha terra come-se algo parecido, o bucho recheado, que faz parte dos rojões. Temos também as tripas enfarinhadas. Gosto mais destas últimas do que do bucho, confesso.

    Goste-se ou não, o mais engraçado destes pratos reside, na minha opinião, na criatividade daqueles que os inventaram. E o facto se serem tão nossos!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  40. Querida amiga,
    a tua explicação é sempre bem recebida, fazes a papinha a quem nada sabe :)
    Não conhecia os maranhos, mas não me importaria nada de me sentar numa mesa contigo e comermos esta delícia, enquanto conversamos as nossas coisas :)
    O exterior é um pouco esquisito, mas como só se come o interior e esse é de certeza delicioso pelos ingredientes que leva, eu iria adorar. também gosto de enchidos, de tripas de dobrada, etc por isso já imagino o sabor destes maranhos.
    Bjns
    Belinha

    ResponderEliminar
  41. Penso que foi exactamente este enchido que me encheu as medidas, num certo restaurante em Castelo de Vide. Sendo eu do Norte, esta iguaria não é por cá conhecida e aquando de umas miniférias pela Zona do Marvão, lembro-me de um delicioso cozido que me foi servido e creio ser esta uma das especialidades que continha e que nos surpreendeu deliciosamente. Agora, já sei o nome e a forma de o cozinhar! As coisas que aprendo sopradas por esta magnífica brisa!
    :)

    ResponderEliminar

Obrigada por ter vindo e pelo tempo que disponibilizou a comentar.
Volte sempre.